[Resenha] Querida Sue

~ Março de 1912: Elspeth Dunn, uma poetisa de 24 anos, nunca viu o mundo além de sua casa na remota ilha de Skye, na Escócia. Por isso fica empolgada ao receber a primeira carta de um fã. David Graham, um estudante universitário da distante América.
Os dois começam a tocar correspondências - compartilhando os segredos mais íntimos, os maiores desejos e os livros favoritos - e fazem florescer uma amizade que, com o passar do tempo, se torna amor. Porém a Primeira Guerra Mundial toma a Europa e David se oferece como voluntário, deixando Elspeth em Skye com nada além de esperanças que ele sobreviva.
~ Junho de 1940: É o inicio da Segunda Guerra Mundial e Margaret, filha de Elspeth, está apaixonada por um piloto da Força Aérea Real. A mãe a adverte sobre os perigos de se entregar ao amor em tempos de guerra, mas a jovem não entende por quê.
Então, durante  um bombardeio, uma parede de sua casa é destruída e, de dentro dela, surgem cartas amareladas pelo tempo. No dia seguinte, Elspeth parte, deixando para trás apenas uma carta datada de 1915. Com essa única pista em mãos, a jovem decidi ir em busca da mãe e, nessa trajetória, também precisará descobrir o que aconteceu à família muitos anos antes.
Querida Sue  é uma história envolvente contada em cartas. Com uma escrita sensível e cheia de detalhes de épocas que já se foram, Jessica Brockmole se revela uma nova e impressionante voz no mundo literário. - Sinopse.



Elspeth era uma mulher considerada estranha e fora dos padrões pelos seus vizinhos em Skye, já que amava a poesia, tinha o sonho de cursar a universidade e não era muito boa em cuidar da casa.



David era um fracasso em praticamente qualquer coisa que fazia. Não fez medicina, como os pais queriam, arruinou um noivado, vive arrumando encrencas e, depois de muitos desgostos dados aos pais, ainda resolveu se voluntariar para ir à Europa lutar uma guerra que nada tinha haver com ele.



E é o encontro dessas duas almas, que se reconheceram e amaram profundamente, que torna essa estória mágica. É impossível ler Querida Sue sem ser envolto por sentimentos românticos, poéticos e nostálgicos. Principalmente se, assim como eu, você também é um adepto do "maldito e-mail, a troca de cartas ainda deveria existir!" kkkkkkkk
Para entender um pouquinho mais da estória e do que eu achei:










impresso: SaraivaSubmarino
e-Book: SaraivaAmazon

15 comentários

  1. Oi, Tainah
    Adorei o seu vídeo. Quero muito ler esse livro, pois gosto de livros românticos. Outro motivo que me atraiu é que se passa durante a primeira e a segunda Guerra Mundial. Pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Também gosto muito de romances & guerras xD

      Excluir
  2. Parece ótimo mas não consegui ver o vídeo, deu erro, que pena :(

    Bjus!

    Aline Laitarte - www.bomboneca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Tainah, tudo bem?
    Pedi esse livro de parceria para a arqueiro e ainda estou esperando chegar! Estou muiito ansiosa para realizar a leitura, mas os correios não me fazem o favor de entregar :/.
    Adoro romances e ainda mais passando em guerras, deve ser um livro lindo.
    Adorei seu vídeo :)

    Beijo :*

    http://justonemomentt.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é, os correios são assim xD
      É um livro bem lindo sim.
      Obrigada!

      Excluir
  4. Esse livro me parece ser lindo
    Um amor por carta e ainda por cim aum livro de epóca no qual ainda não li muito
    Mais quero corrigir logo!

    ResponderExcluir
  5. Olá Tainah!!
    Fiquei encantada com a história. Tanta emoção que nos passa. Sua resenha me deixou ansiosa por mais. Com certeza vou tentar ler este lindo romance. Só tenho lido comentários positivos!!

    ResponderExcluir
  6. A primeira vez que vi esse livro eu nem dei bola, mas depois de ler sua resenha mudei de ideia, gostei dessa coisa do livro se passar na segunda guerra mundial.

    ResponderExcluir
  7. Tá aí um livro que não havia me interessado até o momento, mas agora entrou pra minha lista de desejados só de ler a sua resenha escrita. Adoro cartas. Assisti a vídeo resenha até os dois minutos, quando você contou que a Elspeth era casada quando começou a se corresponder com o David, senti uma ponta de spoiler pois não esperava isso, eu achei que ela se casava depois da Guerra quando não tivesse mais notícias do David. Enfim, não imaginei que "não era muito boa em cuidar da casa" significasse casada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, ela ser casada a gente já sabe na segunda página do livro, não considero isso spoiler. kkkkkkkkk
      Mas fico feliz que tenha se interessado pela leitura. ^^

      Excluir
  8. Gostei muito da resenha e espero poder ler o livro em breve, mas sei que vai demorar um pouco, pois agora não estou comprando nenhum :(

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir