[Resenha] House of Night livro 6 - Tentada

ALERTA DE SPOILER! Se você ainda não leu Marcada, Traída, Escolhida, Indomada e Caçada essa resenha irá destruir todos os seus sonhos e esperanças. Só que não.


Depois de tanta agitação, Zoey bem que merecia um descanso. Mas não há tréguas na Morada da Noite. Lidar novamente com três caras ao mesmo tempo, não é um alivio para o estresse, especialmente quando um deles é um guerreiro tão sexy e tão dedicado em protege-la, que é capaz de sentir suas próprias emoções. Aphrodite tem novas visões que alertam Zoey para ficar longe de Kalona e de seu obscuro fascínio, mas mostram também que ela será a única com poderes capazes de interromper um mal imortal. Logo se torna obvio que Zoey não tem escolha: se ela não for ao encontro de Kalona, ele se vingará, e justamente nas pessoas que ela ama. Mas ela terá coragem para fazer o que deve ser feito, a ponto de sacrificar sua vida, seu coração e sua alma?
Descubra neste sexto livro da série HOUSE OF NIGHT. – Sinopse.

Nesse livro nós não vemos mais as coisas apenas do ponto de vista de Zoey. Stevie Rae, Heath, Stark, Aphrodite e Rephaim também ganham alguns capítulos. O que é bom, pois nos ajuda a ter um conhecimento melhor do todo, e não só do que Zoey sabe.

    
Ele começa de onde o outro termina: todos no convento após ter expulsado Kalona e Neferet de Tulsa. E Stevie Rae ajudando um Raven Mocker (Rephaim). E Zoey sendo A-ya. E Stark quase morrendo.
Não dá pra relaxar em nenhum momento de Tentada, as coisas acontecem em um ritmo muito louco! (kkkkk) E acho que é também o livro mais “triste” da série (dos que li até agora, pelo menos).

Digo triste entre aspas porque ele não é todo triste, mas tem partes.

Bom, nossos amados e queridos personagens começam no convento, depois voltam para a Morada da Noite (onde Zoey é reconhecida como Grande Sacerdotisa pelos professores que tem alguma coisa na cabeça e perceberam que Neferet não está mais do lado da Deusa) e depois viajam para falar com o Conselho Supremo dos Vampiros, pois Neferet e Kalona foram para lá e Zoey e sua gangue precisam alertar o conselho de que eles são mentirosos.


Acontece MUITA coisa mesmo, se eu fosse tentar fazer o resumo básico aqui acho que ia ficar um texto enormemente enorme, e também tem o probleminha dos spoilers. Mas sério, duas palavras pra esse livro: muito-louco.


E se preparem para ficar com raiva das autoras. Eu quis viajar até Oklahoma pra dar um soco em cada uma. Mas fazer o que né, Zoey não ia poder ficar com um bilhão de caras ao mesmo tempo para sempre.

E esse é todo o spoiler que eu vou dar xD

Leia o livro e depois venha conversar comigo, aí poderei surtar de verdade comentando tudo sem me preocupar em estragar o final (que não é bem final porque tem continuação).

Ah, e pra não perder o hábito, uma cena de Zoey com um de seus muitos namorados, e dessa vez vai ser com Heath, já que ele não apareceu por aqui ainda! (coitado, tão excluído só porque é humano...)

“- É, e essas “coisas” têm tudo a ver com prazer e sexo.
- Tá, então, em vez de a gente se concentrar na parte do sexo, vamos nos concentrar na parte do prazer.
Olhei para ele de sobrancelhas em pé.
- Você é homem, Heath. Desde quando não se concentra na parte do sexo?
Em vez da resposta engraçadinha que eu esperava, sua expressão estava absolutamente séria.
- Quando foi que te pressionei por causa de sexo?
- Teve aquela vez na casa da árvore.
- Você estava na quarte série. Essa não conta. Além do mais, você me deu a maior porrada – ele não sorriu de verdade, mas seus olhos castanhos cintilaram.
- E aquela vez no banco no banco de trás da sua caminhonete no verão passado, quando fomos para o lago?
- Também não conta. Você estava com aquele biquíni novo. E eu nem forcei a barra.
- Você veio pra cima de mim com essa sua mão boba.
- Bem, você estava com bem pouca roupa! – ele fez uma pausa, abaixando a voz para um tom normal. – O que quero dizer é que estamos juntos faz muito tempo. Claro que podemos ficar juntos sem sexo. Se eu quero ir pra cama com você? Com certeza! Se eu quero ir pra cama com você pensando nesse tal de Blake e preocupada com tudo que está acontecendo e sem querer ir pra cama comigo? De jeito nenhum! Nem pensar. – ele puxou meu queixo de leve com o dedo e me fez encarar seu olhar. – Juro que não vai ser questão de sexo porque você e eu, o que existe entre a gente, está muito além disso. Me deixa fazer isso por você, Zoey.
Abri a boca, mas, antes que pudesse parar, me peguei murmurando: -Tá.
Ele sorriu como se tivesse acabado de ganhar o Super Bowl.
- Maravilha!
- Mas sem sexo –reforcei.
- Com certeza, nada de sexo. Pode me chamar de Heath Nada de Sexo. Caraca, meu sobrenome agora é Nada de Sexo.
- Heath –pus o dedo nos seus lábios para calar sua boca. – Você tá bancando o mané.
- Ah, é. Tá. – ele murmurou sob meu dedo. Então, soltou minha mão e enfiou a sua no bolso da calça, de onde tirou um canivetezinho. Depois, tirou o casaco e abriu o canivete. Era estranho, mas a lâmina pareceu de brinquedo naquele refeitório sombrio.”

                              Merry Meet, Merry Part and Merry Meet Again!

SkoobOrelha de Livro


6 comentários

  1. Linda primeiramente gostaria de agradecer pela sua visitinha em meu blog e também dizer que achei muito bacana sobre o que você escreveu sobre o livro, mas eu nunca li essa série. Me parece bem interessante.
    Mas eu sinceramente estou deixando os de coleção para ler depois que eu terminar de ler os meus nacionais. Agora estou ficando louca de tantos livros que tenho hahahaha

    Enfim...Gostei de tudo que vc disse.
    Parabens linda
    Depois passa no meu cantinho que tem news
    bjoks

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é legal ^^ Entendo kkkk

      Obrigada
      Bjs

      Excluir
  2. Eu tenho até o livro 8 da série [o 9 e o 10 estão na minha lista de compras rs] e os acho sensacionais. Eu, particularmente, tenho uma queda por livros young adult, principalmente os que falam de criaturas mágicas.
    Gosto muito dos livros da PC Cast. Acho que ela consegue miscigenar muito bem a real lenda com a ficção de sua mente. Se me permite a ousadia, gostaria de te indicar [caso não conheça ou não tenha lido ainda] a série Partholon. Essa ela escreve sem a filha.

    Enfim, acho que me empolguei no comentário!! hahaha
    Adorei a sua resenha, MESMO!

    Beijos!
    http://cafecomlivroo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou querendo o lançamento do 11 e do 12 logo kkk Também gosto desses!
      Conheço a série sim, só não consegui ler ainda, mas se depender de mim lerei tudo o que a P.C. Já escreveu na vida hahaha

      Obrigada!!

      Beijos =*

      Excluir
  3. Deu uma vontadinha de ler, Tenho os livros mas,ainda não tive coragem.
    http://valmedrado16.blogspot.com.br/
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oxi mulher, leia logo de uma vez! hahahahaha
      Beijos!

      Excluir