[Resenha] Lonely Hearts Club

Eu, Penny Lane Bloom, juro solenemente nunca mais namorar enquanto viver.
Tudo bem, talvez eu reconsidere essa decisão em dez anos, ou algo assim, quando não estiver mais morando em Parkview, Illinois, nem frequentando a escola McKinley, mas, por hora, não quero mais saber de garotos. São todos a escória da humanidade, mentirosos e traidores.
Sim, todos eles. A essência do mal.
Claro que alguns parecem ser legais, mas, assim que conseguem o que querem, dão o fora em você e partem para o próximo alvo.
Então, cansei.
Chega de namorar.
Fim.
-Sinopse

Penny Lane é filha de dois fãs de carteirinha dos Beatles, e consequentemente se tornou uma grande fã também. Inclusive seu nome é uma homenagem a uma de suas músicas, assim como os das suas irmãs. Ela tem um amor - Nate - desde a infância. Eles cresceram juntos e seus pais sempre brincavam que um dia eles se casariam, e ela também achava que queria isso, até o dia em que o garoto perfeito a decepcionou de uma forma irreparável. Penny ficou tão magoada que teve uma ideia: iria criar um clube chamado Lonely Hearts Club (Clube dos Corações Solitários), também inspirado em um álbum da sua banda preferida. A princípio ela seria a única integrante do clube, cujo objetivo principal era não namorar até o final do ensino médio, se livrando do drama causado pelos garotos (algo um tanto inteligente, ao meu ver ;D). 

O que ela não imaginava é que o clube acabaria se tornando algo bem maior do que ela tinha planejado. Muitas meninas aderiram ao "movimento", o que deixou os garotos da escola bem confusos e meio frustrados (haha). Ao longo das reuniões do clube elas vão desenvolvendo os ideais e valores do Lonely Hearts Club, e acabam descobrindo que o maior objetivo não é deixar de namorar e ignorar os garotos completamente, mas sim dar mais valor à amizade entre elas, e manter a união, jamais abandonando as amigas por causa de um namoro (isso é muito importante). Ao longo desse processo elas também percebem que nem todos os garotos são iguais, e alguns deles são bem legais e valem a pena (eu sempre fui contra generalizações).

O livro é super legal e muito bonitinho também (fisicamente). Na minha cabeça ler ele foi como assistir um daqueles filmes adolescentes americanos bem tradicionais (que nem todo mundo gosta, mas eu gosto), com o brinde de ter uma trilha sonora recheada de Beatles :) A ideia do clube é bem interessante, principalmente quando as meninas percebem o que é realmente mais importante, que é a questão de não esquecer os amigos quando se está em um relacionamento. Eu sei o quanto isso é chato u_u
A leitura é bem leve e divertida e o livro não é longo. Eu preferia que a fonte fosse só um pouquinho maior, mas isso não me atrapalhou e eu consegui ler bem rápido até.

Assim como o último livro que tinha lido "Rostinho Bonito" (resenha), esse também me deixou com "um gostinho de quero mais" no final.
Talvez pareça ser exclusivamente feminino pelo fato de ideia central ser uma revolução das garotas para excluir os garotos das suas vidas, mas acho que na verdade a leitura é bem divertida pra todo mundo xD

É isso, galera, espero que tenham gostado da resenha. Quem já leu ou vai ler, não esqueça de compartilhar suas opiniões sobre o livro!

Até a próxima :*


20 comentários

  1. Oi Thalita,
    Adorei a resenha *-*

    Dei pra entender melhor do que se trata o livro, porque eu já havia lido a sinopse dele e não tinha me interessado, com a resenha até fiquei com vontade de ler! rs

    Lendo a resenha eu realmente imaginei os tais filmes adolescentes americanos! hahaha
    E deve ser gostoso demais ler com uma trilha sonora tão fod*! hahaha

    Entrou pra minha listinha!
    Bjs :*
    Vícios em Três.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ! Obrigada :3

      Quando comprei também não sabia muito bem o que esperar, mas acabei gostando muito :D

      Adoro quando adicionam livros pras sua listinhas depois de ler minhas resenhas, é tão bom haha

      Beijo :*

      Excluir
  2. Nossa, parece ser extremamente legal...

    Amei sua resenha...

    Imagina só, uma revolução das garotas hahaha, já estava com muitississima vontade de ler esse livro... E agora então ;)

    Enfim, te espero lá no meu blog... Tem novidades ;)

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada !

      Leia mesmo, você não vai se arrepender ;)

      Pode deixar que dou uma passadinha por lá !

      :*

      Excluir
  3. Já ouvi falar muito desse livro, mas não me chamou muita atenção, apesar que gostei da sua resenha e de tudo que você disse sobre ele. Mas mesmo assim, não me interessei, mas quem sabe mais pra frente eu venha pegar ele para ler, até porque eu não gosto de julgar um livro sem antes tirar minha propria conclusao. Enfim...

    Outra coisa linda, queria te convidar para ver as novidades do meu blog e também dizer que já estou te seguindo, se puder fazer o mesmo e no final da postagem curtir as redes sociais, ficarei muito grata. bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, tudo depende do estilo de livro que você curte :)
      Eu vou passar no seu blog sim.

      Beijo :*

      Excluir
  4. Olá.
    Nossa eu nem sabia do livro acredita? rsrs
    Mas olha eu realmente gostei,não da capa e nem sinopse o que chamou atenção e deixou curiosa foi a resenha com toda certeza (=
    Ficou ótima querida.
    Parabéns!
    bjus
    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muito obrigada :D
      Que bom que gostou !

      Beijo :*

      Excluir
  5. Já tem um tempão que quero ler esse livro, agora fiquei com mais vontade ainda. Parece ser uma história bem bonitinha - e eu também gosto desses filminhos clichês de adolescentes americanos :p
    Gostei da sua resenha. Mal posso esperar para ler o livro.
    Beijos!

    http://lereaminhapraia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ! Ele é bonitinho mesmo. E divertido :)

      Beijos !

      Excluir
  6. Gostei também da ideia do livro, gosto destes filminhos americanos que você comentou rsrs.

    Resenha muito boa, parabéns.

    Abss

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. ahhh Dei de presente para uma amiga esse livro. Quero ler também RSRrs
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Thalita!

    Este livro ainda não conhecia, parece ser gostoso de se ler. Não vai para a lista imediata de leitura, mas ainda vou ler, com certeza. Parabéns pela resenha. :)

    beijos!

    Escrev'Arte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ! Obrigada !

      Eu já o tinha visto por aí, mas não sabia muito sobre ele. Ainda bem que foi uma experiência positiva xD

      Beijos :*

      Excluir
  9. Que juramento, hem? Só com ele já dá pra perceber o tom do livro. Ele parece ser meio sessão da tarde, mas é justamente por isso que é atraente, eu gosto desses livros assim sem grandes pretensões, escritos apenas para divertir e entreter... Pena que poucas pessoas querem fazer livros assim hoje em dia...
    ótima resenha!

    Abraços!

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, meio radical, né ?!

      Pois é, eu gosto de ler pra relaxar, me divertir, me emocionar ... só preciso que o livro cause algum tipo de sentimento. Às vezes quando é profundo demais acabo ficando com preguiça :P

      Excluir
  10. Oi Thalita, teve Beatles tamo dentro. E ele parece ser do tipo que gosto, bem meiguinho que dá vontade de ficar fazendo vários sozinhos vergonhosos.

    Beijos, @_RayPereira
    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi ! Não sei se descreveria como meigo, mas ele é divertido. E é bonitinho também ;P

      Beijos :*

      Excluir